domingo, 21 de março de 2010

vôo pro infinito



Ela voou.
Voltou pra terra onde as divas nascem.
Trazida a este mundo pra gritar o que muitas não podiam.

Feita pra amar, ainda que soubesse a dor de ter o peito aberto.

"Com um peito menor que o coração."

As divas comemoram sua chegada.

Onde estiver, querida,

seja feliz.

*

Tivemos a oportunidade de conhecer esta diva, que no mundo do RAP fez sua história.

Nua num mundo de homens.

Com o coração aberto, falou de amor, desencontros, sonhos, esperança.

Mostrou que a força está em ser mulher.

E é assim que vamos lembrar de você.

Sandália de salto prateado, calça justa, decote. Cabelo comprido solto. Maquiagem nos olhos.

Além de suas letras incisivas, criava todos os arranjos de suas músicas.

Sabia rir de si mesma.


Dina di,

todo respeito pra você é pouco.

É pouco.


3 comentários:

IMAGE disse...

Lamentei muito quando fiquei sabendo.....

ela será eterna....

homenagem digna...

bju familia amores...

XMaritoX disse...

Nossa, fiquei sem reação! Visão de Rua representa um marco no rap nacional. Que perda absurda!

XMaritoX disse...

Eu jurava que tinha comentado aqui! Pois é, foi embora um ícone do rap nacional. Quantas vezes escutando Visão de Rua no Espaço Rap? Várias! Não morreu sem deixar nada, bom legado!